terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Um dia


A árvorezinha cá de casa começa a compor-se!
Os presentes já começam a ser bastantes e eu ando com uma vontade de ir bisbilhotar... Ai! Mas como sou uma pessoa até bastante controlada espero até à próxima meia noite para as abrir.
Mas de uma coisa tenho a certeza: são todas coisas que eu queria... :D
Agora mudando de assunto...
Estas férias têm sido só compras... Que raio de época! O que vale é que eu, como outra mulher qualquer, adoro compras ehehehe
Amanha aguarda-me mais um dia atarefado de compras e cozinhados... Mas vai valer a pena só para ter uma ceia espectacular que só acontece uma vez no ano :)

Boas Festas a todos, que recebam tudo o que pediram e que 2009 seja sempre melhor que 2008!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Como?


Aaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!
Como é possível? Como?
Como é possível as coisas mudarem de um minuto para o outro?
Num minuto pode estar-se tão bem com os amigos, sempre divertidos, como no minuto a seguir já estamos em casa, a ver e a descobrir coisas que mudam a nossa vida? As desilusões são sentimentos muito cruéis... Ninguem deveria sofrer por causa de alguém...
Sente-se um turbilhão tão grande de sentimentos... Raiva, ódio, fúria, desespero, traição. Mas, por outro lado, aquele sentimento... Que vem contradizer tudo... Que nos faz querer ir a correr atrás e tentar compor as coisas, até mesmo não tendo culpa nenhuma... Mas não. Vou ser forte! Não posso deixar que ninguém dite a minha vida e no meu coração.
Se uma pessoa faz sofrer a outra é porque não a merece certo?
Não vou sofrer mais por ninguém. É difícil sim, mas é preciso fazer um esforço e lutar para ultrapassar os obstáculos que aparecem no nosso caminho. Ganhem coragem, enfrentem tudo e todos, lutem pela vossa vida e nunca fiquem para trás...
Não derramem lágrimas por causa de alguém que não merece...

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Tu

Perdi-me na imensidão do teu olhar.
Observavas-me como só tu observas
Conseguias ver lá bem fundo
Podias conhecer-me assim.
O teu olhar penetrou o meu
E não me consegui desviar.
Fazes-me sentir tão segura
Tão feliz
Tão bem
Tão maravilhosa
Tão especial...
Só tu sabes!
Podia perder mil e uma horas a olhar para ti.
Podia falar contigo até sempre
Podia ficar abraçada a ti horas a fio
Podia olhar para ti eternamente
Podia
Podia...
E posso!

Não podia deixar nada disto escapar por nada no mundo!
Completas o meu ser
Completas-me
Nunca desapareças porque és importante! :D

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Profiteroles, vodka e muita animação!

Depois dos profiteroles e da vodka, lá fomos em direcão ao pio como sempre. Muitos shots, batidas, vodkas e a festa de SS no BA. Foi a noite da loucura. Lens, Mónica e Márcia ao rubro no BA. Até o meu padrinho ficou estupefacto a olhar para nós. Caso para dizer: o que o alcool faz! :D
Noite de revelações, de animação e de nostalgia. Não sei bem porquê mas as nossas noites acabam sempre um pouco nostalgicas...
Enfim, é a vida! Mas que venham mais festinhas destas porque animam bastante as nossas noites e têm resultados positivos!

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Diárias


Hoje acordei com a campainha a tocar. Quando fui à porta já lá não estava ninguém, mas não faz mal porque se fosse importante voltavam. Entretanto tomei o pequeno-almoço e vim para o computador. Não sei bem porquê mas apeteceu-me logo ouvir Iris dos Goo goo Dolls (é linda, diga-se de passagem). O sol entra pela janela do quarto e está um dia tão lindo que só dá vontade de ir passear! Acordei um pouco cansada mas com um sorriso, claro. A aula de MQACS deve estar a decorrer e eu estou aqui na cama quentinha, mas a fazer o trabalho para Antropologia Sociocultural... Não me apetece nada mas tem que ser! Bem, espero que tenham um bom dia e que o aproveitem bem porque hoje não se pode desperdiçar o sol maravilhoso que está!

O marido exemplar!

Querida:

Muito obrigado pela tua linda e carinhosa carta.
Podes ter a certeza de que eu sei tratar de mim, por isso, não te preocupes comigo.
Durante a tua ausência, não se tem passado nada de especial cá em casa.
Enquanto estás fora, tenho preparado o meu próprio almoço, e todos os dias me espanto de como tudo tem saído bem!...
Já que estou sempre com pressa, ontem decidi fazer batatas fritas
Já agora, diz-me uma coisa: era preciso descascar as batatas?
Enquanto estavam a fritar, aproveitei para ir buscar uns brioches à padaria.
Quando voltei, o esmalte da frigideira tinha derretido.
Nunca pensei que o estupor da frigideira aguentasse tão pouco.
E tu que me dizias que o Teflon aguentava tudo e mais alguma coisa!
Já consegui tirar toda a fuligem da cozinha, mas o nosso gato Fred, é que ficou preto que nem um tição, e agora tosse o dia inteiro Desde esse dia
entra em pânico e foge quando mexo nas panelas ou abro o bico do fogão.
Já que pelo menos uma vez por dia preciso de uma refeição mais elaborada, quando estou a fazê-la, o Fred dá 'às de Vila Diogo' e só aparece passadas umas horas ...
Diz-me outra coisa: quanto tempo é que é preciso para cozer os ovos?
Eu já os pus a ferver há duas horas, mas mesmo assim, continuam duros que nem uma pedra!
Também queria que me dissesses se se pode aproveitar leite queimado.
Queres que o guarde na despensa até tu voltares?
Na semana passada tive um pequeno contratempo ao cozinhar umas ervilhas.
Vou-te contar: agarrei numa lata e decidi aquecê-la.
Mas, infelizmente, explodiu dentro do microondas.
A porta do microondas foi projectada para fora da cozinha e foi dar contra a nossa pequena estufa de inverno, que claro, ficou partida, assim como a
janela.
Como a janela estava fechada (preciso de a fechar antes de começar a cozinhar, senão os bombeiros aparecem outra vez), a porta do microondas
arrancou-a também, tal foi a força.
Por sua vez, a lata de ervilhas, parecia um foguete a levantar voo!..
Atravessou o tecto e foi embater na filha do Freitas, o nosso vizinho de cima.
Parece-me que ela ficou bem
Outra coisa: já te aconteceu a louça suja ficar com mofo?
Como é que isto se pode dar em tão pouco tempo?
Afinal, tu foste de férias no mês passado, mas parece que foi ontem!
Aliás, atrás do lava-louças há montes de bichos; daqui a pouco até vai dar para fazer um documentário e vendê-lo ao 'National Geographic'
De onde é que saíram tantos bichos cheios de pernas?
Puseste alguma coisa que não devias lá atrás?
Bom, isto acabou por fazer com que eu tomasse uma atitude e lavasse a louça.
Por favor não me insultes, meu amor, mas aquele lindo serviço de jantar de porcelana da tua avó, já era!
Eu realmente não contava com isso, afinal de contas parecia tão robusto e sólido!
Bom, talvez eu tenha exagerado um bocadinho ao pôr o lava-louças no 'programa completo com centrifugação'
Aliás, a máquina de lavar roupa também se escangalhou.
A faca de aço temperado que eu pus lá dentro, sem querer, estragou o cilindro durante a centrifugação, porque ficou presa na parede interna.
Quanto ao cilindro, atravessou a parede de tijolos, fazendo um pequeno buraco, e foi aterrar no jardim.
Durante um dos almoços, sujei a carpete persa com molho de tomate.
Sempre me disseste que as manchas do molho de tomate são impossíveis de tirar.
Ficas a saber, meu amor, que com um bocadinho de aguarrás, sai tudo, mas mesmo tudo, inclusivamente, a lã e a seda da carpete.
O frigorífico estava a fazer muito gelo, por isso, tive que o descongelar.
Tenho que te ensinar uma coisa: o gelo sai facilmente se o raspares com uma espátula de pedreiro!
Só não sei é porque é que agora passou a aquecer...
O iogurte, a água com gás e o champanhe, explodiram.
Sabes, querida, na passada quinta-feira, esqueci-me de, ao sair, fechar à chave a porta de casa.
Alguém deve ter entrado, porque faltam algumas coisas de valor, entre elas, aquele colar de marfim que o teu bisavô trouxe da expedição a África, no
século XIX.
Mas, como tu costumas dizer, o dinheiro não dá felicidade, e tudo o que é material, é efémero.
O teu guarda-vestidos também está vazio, mas penso que não devem ter levado muita coisa, já que, sempre que saímos, tu dizes que não tens nada que
vestir
Bom, vou ficar por aqui, mas amanhã conto-te mais coisas!
Espero que te descontraias bastante no SPA e que gozes muito o teu descanso.


Beijos mil, com muito amor, do teu Afonso que muito te ama!!!

P.S.: A tua mãe veio cá ver como estavam as coisas, e teve um enfarte.

O velório foi ontem à tarde, mas eu preferi não te contar nada para não te estragar as férias e aborrecer-te desnecessariamente

Afinal de contas, tens que aproveitar as tuas férias e voltares muito descontraída do teu SPA.

Beijos, do teu dedicado marido



*** Enfim! Só tenho a dizer que ainda bem que não sou casada e ainda bem que não conheço ninguém assim.
O exagero levado aos extremos mas que funciona como crítica e como uma boa forma de alguém que esteja triste dar umas boas gargalhadas! Espero que se tenham rido tanto como eu!

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Caçador de Sóis



Pelo céu as cavalitas,
escondi nos teus caracois,
a estrela mais bonita, que eu ja vi

eu cresci com um encanto,
de ser caçador de sois,
eu ja corri tanto, tanto para ti

fui um principe encantado
montado nos teus joelhos,
um eterno enamorado, a valer

lancelot de algibeira,
mas segui os teus conselhos
para voltar a tua beira
e ser o que eu quiser

Refrão (x3)
os teus olhos foram esperança
os meus olhos girassois
fomos onde a vista alcança da nossa janela

ja deixei de ser criança e tu dormes á lareira
ainda sinto a minha estrela nos teus caracóis...

Ponto da situação


São 2:14h da manhã e andava às voltas na cama. Não conseguia adormecer quando, movida de uma enorme vontade, me lembrei de vir escrever algo. Cheguei à pouco a casa depois de uma noite bastante agradável e fiquei completamente vidrada não sei bem em quê... Sinto-me bem, feliz e, como já não andava há algum tempo, a dar um sorriso daqueles para a vida e para as pessoas. Aquele sorriso que até eu adoro (ou não fosse meu claro!) e que me transmite harmonia, paz, serenidade e muita felicidade acima de tudo!
Agora pus-me a pensar nas pessoas que se cruzam connosco ao longo da nossa vida e chego à conclusão de que todas as pessoas têm um significado... Umas simplesmente nos fazem aprender com os erros que cometemos, outras ajudam-nos a ser pessoas melhores, ou pelo menos a tentar ser, outras modificam-nos completamente, dão-nos alegria de viver, dão-nos razões para acordarmos todos os dias com um sorriso nos lábios, mesmo àquelas pessoas que acordam sempre mal humoradas, toda a gente num certo momento da sua vida se cruza com uma pessoa assim. E porquê? Ou melhor, o que nos faz mudar assim? Talvez o amor! Um sentimento que é capaz de nos transformar, de nos modificar radicalmente, de nos fazer ver outro lado da vida, de nos fazer cometer loucuras, ser diferentes, de conseguirmos dizer coisas e assumir sentimentos que até então não tinhamos sido capazes de assumir.
No meio de isto tudo só chego a uma conclusão. Vamos parar de pensar tanto nas consequências, vamos lutar pelo que acreditamos, vamos gritar, chorar, rir, abraçar, beijar, mimar. Vamos ser felizes hoje sem pensar no amanhã, porque hoje podemos estar muito bem e amanhã estarmos muito mal. Vamos tentar não desiludir tanto as pessoas que gostam de nós, vamos mostrar mais aos nossos amigos que eles são muito especiais. Enfim! Façam o que o vosso coração vos pede e não o que a cabeça vos ordena. Eu hoje faço o que o meu coração está a mandar e sinto-me muito melhor! Claro que tudo tem o seu peso e medida e não vamos chegar a extremos. Pensem bem na vossa situação, na vossa vida e tentem agir da melhor forma para serem felizes.

Obrigada por lerem os meus desvaneios das 2 e tal da manhâ!

domingo, 9 de novembro de 2008

I miss you love

Maria Mena - Miss you Love - Maria Mena

I've run out of complicated theories
So now I'm taking back my words
And I'm preparing for the breakdown
Your t-shirt's lost its smell of you
And the bathroom's still a mess
Remind me why we decided this was for the best

Because I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you
Love..

I know the distance is a factor
But I stretch as often as I can
And I goes to reach your hands anyday now
Please don't blame me for trying
To fix this one last time
I have a hard time as it is

Because I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you love

Don't act like you dont know me
It's still me I've never changed
I'll be here when you come back

And I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you
Love...

Fiquei apaixonada pela música. Acho que me inspira :D
Quer dizer... Acho que todas as músicas dela me fascinam :P Ai ai!

Anos 30 e 50




Duas épocas simplesmente fantásticas que me fascinam...

domingo, 26 de outubro de 2008

No mínimo diferente...

Ontem à noite fui tomar café com a minha mami quando me deparei com uma mulher vistosa, que se encontrava sozinha. Tinha tomado 3 cafés desde que estava sentada e fumava intensamente... De repente, entra uma homem um pouco atordoado, que estava um pouco bebedo. Tinha chegado de táxi quando entrou no salão de chã e percorreu todo o espaço com o olhar já um pouco tremido. Perguntaram-lhe o que procurava ao que este respondeu que procurava bem estar. Enfim! Denunciou-se a si mesmo e à mulher que já lá se encontrava. Dirigiu-se a esta e cumprimentaram-se timidamente, quase que até posso dizer a medo. Apercebi-me de imediato que não se conheciam. Quando se sentaram e começaram a falar percebi que eram perfeitos desconhecidos um para o outro e percebendo a conversa e os gestos entre os dois constatei que a mulher era prostituta ou "acompanhante". É caso para dizer que "acontece cada coisa..." Enfim, é o mundo que temos... Mas até foi uma cena engraçada de se ver, pois o homem estava nervosissimo, até mesmo aflito como se fosse a primeira vez que tal situação lhe acontecesse.

Semana de terror...

Aguarda-se com muito entusiasmo uma das duas semanas mais esperadas da vida académica! Espera-se muita animação, muitos amigos, grande música, muito amor e alcool à mistura claro... Mas pouco! Até porque esta semana eu e a Lens somos as responsáveis pela Barraquinha de SS ;) Só digo uma coisa: preparem-se porque a semana vai ser dura por causa de aulas, trabalhos e mais alguma coisinha... Mas não há nada melhor do que nos distrairmos um pouco e irmos até à semana do caloiro de UTAD, certo? Lá vos espero para grandes noites!

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Muito triste...

"No fundo da rua, depois de passares a casa que tem a porta vermelha, vais ver uma porta azul. É a minha (finalmente levo-te até ao meu canto). Tocas à campainha e se eu não te abrir a porta, levanta o vaso que está pousado junto ao tapete e verás lá uma chave. Abre a porta como se a casa fosse tua.
Se não ouvires barulho algum, senta-te no sofá da sala, há lá um telefone, por baixo dele estará uma carta.

Agora que abriste a carta:
Desculpa o caos, tentei organiza-la o melhor que pude.
Não vás ao andar de cima, deixa-te estar à espera, podes abrir o armário que está à tua esquerda e bebe o que te apetecer, bebe o que mais depressa te puser dormente, tonta, o que for… Lembra-te, não sabes o que se passa, mas estarás quase a sabe-lo… Desconfias o que seja?
Espera… deixa-me dizer-te umas coisas.
Por mais que eu te queira dizer olhos nos olhos que te amo, falta-me a coragem, há algo que me dá um nó na garganta, talvez porque nunca antes me tinha sentido amado, mas agora estou a dizer-to: amo-te.
Não tires esse sorriso da cara, mantém-te assim, és digna das mais lindas fotografias ou telas pintadas pelos melhores pintores…Adoro ver-te assim.
Vê por baixo da mesa que está ao teu lado, essa mesma, a que tem a perna partida (acho que inventei uma nova maneira de decorar casas. Se olhares para a parede atrás de ti, verás que a moldura que lá está, também está rachada), e tira de lá a caixa preta.
Já tiraste? Podes abrir…
Surpresa!!!
Consegui encontrar, é uma caixinha de música igual àquela que tinhas e que se estragou.
Não digas nada, eu sei que adoraste.
Estás contente?
Deves estar a anuir com a cabeça e a morder o lábio inferior pelo nervoso miudinho que te estou a causar…
Queres saber, porque te digo estas coisas? Porque és a pessoa que mais feliz me fez até hoje e que mesmo assim eu deixei pelo caminho. Abandonei-te nestes últimos tempos, não te respeitei como mereces e isto é também, e por isso, um pedido de desculpa.
Pensei muito antes de fazer isto, mas és a única pessoa que, eu sei, que daria pela minha falta se eu desaparecesse…não tenho, nem nunca tive mais ninguém. A minha vida cumpre-se sem a minha participação…
Não te assustes…antes de leres o resto, marca no telefone o 112 e dá-lhes a minha morada.
Por te amar tanto e não te querer fazer sofrer mais e porque não quero correr o risco de te perder para sempre e saber que a culpa é minha, faço agora a minha despedida, deixando em ti todo o meu amor.
Se lês isto agora, será porque morri.
Morri, porque me matei."

Encontrei este texto por acaso e achei-o muito marcante... É daqueles textos que nos fazem chorar...

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Reencontros

Há muitas pessoas que passam pela nossa vida...
Aparecem, desaparecem e passado algum tempo por algum motivo voltam...
Será que é só por acaso? Ou existirá algo mais?!

Pensem nisso e dêem a vossa opinião...

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

As compras ;)

Hoje foi um daqueles dias em que foi só passear!
Almoço, compras e uma aula de 10 min ao fim da tarde! Assim vale a pena. Podiam ser todos os dias assim... É muito bom, adorei o nosso dia meninas ;)

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Diárias

Depois de dois dias estafantes na vila posso dizer que no decorrer do dia de hoje não fiz rigorosamente nada! Estava tão cansada que tinha necessidade de descansar! Também preciso não é verdade? Até porque amanhã eu e a mami vamos às compras e eu tenho de me ocupar dos últimos preparativos para o regresso à vila ;)

Ai ai! E para melhorar a situação dia 14 faço anos! Estou muito muito ansiosa e espectante pelo que possa acontecer... O melhor que podia acontecer era as pessoas voltarem para junto de mim mas é impossível termos todas as pessoas que amamos conosco não é?
Paciência, só temos de aguentar e esperar pelo seu regresso...
Bom, depois dos meus aninhos eu dou notícias ;)

domingo, 31 de agosto de 2008

As melhores férias de sempre











Não há nada melhor do que as pessoas para nos fazerem feliz. A vida, o Verão, os amigos, a família, os passeios, as noitadas, os jantarinhos... Tudo isto me fez, faz e fará muito bem!
Estas férias tiveram um bocadinho de tudo... Foram as idas a Aveiro,à Maia, a Vila do Conde, a Lamego, a Vila Real, à Lixa, a Bemposta, ao Marco de Canaveses, a Lisboa, à Mealhada, ao Porto... Enfim, muitos e muitos locais onde me sinto bem, onde me fizeram muito feliz e onde me diverti imenso! Estão a ser umas férias inesquecíveis, que me fizeram muito muito bem, que me deram alegria, me fizeram crescer. Sem dúvida nenhuma diverti-me imenso e ainda bem que apareceram pessoas novas na minha vida que se mostraram ser maravilhosas!
Hoje não me apetece escrever muito por isso quero somente agradecer a todos os meus amigos que me fizeram e fazem feliz e que estão sempre prontos para ir para a festa comigo!

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Colónia de Férias 08
















Foram algumas semanas inesquecíveis, cheias de aventuras, animação, brincadeiras, muita responsabilidades e sobretudo aprendizagem.
Estes são alguns dos "meus" meninos. Meninos de famílias desfavorecidas que também merecem umas férias maravilhosas e que eu, juntamente com algumas monitoras, tentamos proporcionar. Fizemos um pouco de tudo. Fomos visitar quintas, vimos e ficámos a conhecer muitos animais novos, fizemos muitas actividades. Pintámos, desenhamos, fizemos jogos tradicionais, fomos para a praia, para a piscina, fomos a museus e muitas outras coisas. É muito gratificante quando fazemos algo pelas pessoas e elas nos retribuem. Às vezes com uma prendinha ou outras vezes somente com um sorriso ou um beijinho ou até mesmo um "gosto muito de ti", o que me faz muito mais feliz!
Tinhamos meninos totalmente diferentes uns dos outros mas como qualquer criança que gosta de brincar e que gosta de sentir que gostam dela. Tinhamos em especial um menino com Síndrome de Dawn e uma menina com Autismo. Meninos que, claro necessitavam de mais atenção e cuidado mas que são crianças extraordinárias, felizes, que muitas vezes só necessitam de um pouco de atenção e compreensão. É extraordinário apercebermo-nos que todas as outras crianças aceitam meninos com este tipo de doenças, como meninos negros, igualmente, que os tratam da mesma forma, que demonstram preocupação pelo bem-estar destes e que brincam e são amigos deles como crianças que são. É muito bonito ver que nenhum daqueles meninos eram racistas ou preconceitosos em relação àqueles meninos, e que aceitam a diferença, o que os irá tornar, com certeza, adultos respeitáveis.
A todos estes meninos só posso agradecer, pois proporcionaram-me dias fabulosos e fizeram-me aprender muito com eles.

Adorei conhecer-vos e ajudar-vos a terem umas férias divertidas que certamente, como eu, nunca esquecerão!

quarta-feira, 23 de julho de 2008

O Corpo - Hanif Kureishi


"O silêncio parecia sublime.
-O que havemos de fazer agora?-perguntou Ann.
-Ainda não sei-mas a seguir, ele respondeu. -Ai isso é que eu sei.
-O quê?
Ele estendeu-lhe a mão. Na casa de banho, ela despiu-se e pôs-se de pé com o pé assente na borda da banheira, para ele a ver antes de ela se sentar. Ele encheu o jarro com água das torneiras do lavatório e despejou-a por cima dos cabelos, do corpo e das pernas. O rosto dela animou-se e os seus olhos estavam vivos e cheios de brilho, a olhar para ele e para a água que caía em cascata."

Bastou um gesto e ela voltou a ter a alegria que faltava na sua vida. Apercebeu-se de tudo o que estava a perder e que a felicidade lhe estava a escapar. "Acordou" e, como ela, também eu. Vocês que estão na foto são algumas das pessoas que mais contribuíram para isso.
Querem melhor felicidade que esta? Tenho amigos maravilhosos, dias e noites espectaculares, um Verão fantástico! Será que preciso de mais alguma coisa? Talvez, claro... Mas com o tempo tudo se consegue ;)

terça-feira, 15 de julho de 2008

O Verão


Já não escrevia aqui há algum tempo e já tinha necessidade de o fazer...
Começaram as férias há já um mês e pouco e o que eu esperava serem umas férias como todas as outras, normais, com as mesmas pessoas, tornaram-se o contrário.
Novos conhecimentos, novos sítios, novos amigos, novas experiências, tudo e mais alguma coisa.
Esta forma de vida já me fazia falta. Estava sempre à espera que as coisas mudassem, que surgisse algo que me despertasse algo mais, que me fizesse "acordar" para o lado bom da vida, e finalmente consegui. As pessoas ajudaram-me a voltar ao meu estado "bom", ou seja, começo a rir-me sozinha por tudo e por nada, qualquer coisa me faz sorrir, uma coisa miníma, um gesto faz-me feliz. Agora sim, dou razão a uma grande amiga que me disse que estas férias iam ser diferentes, que ia conhecer novas pessoas que me iam fazer mais feliz do que aquelas por quem eu esperei mais de dois anos, por quem eu sofri muito mais do que devia e do que merecia.
Ainda bem que tomei consciência disso e voltei a ser a mesma Andreia de sempre :)
Estas noites têm sido só animação, só alegria, só borga ;) Jantares, saídas, amigos de sempre, amigos novos, novas emoções, novos sentimentos, novas alegrias. Obrigada a todas as pessoas que têm porporcionado estes momentos, obrigada por me fazerem feliz.
Isto até pode ser um pouco precipitado, mas obrigada ao menino que me fez "renascer", que conseguiu colocar o meu sorriso de novo na face, que me mostrou a razão de viver, a alegria de tudo o existe e o que me faz realmente gostar de viver.
A todos vocês obrigada!
E espero que tenhamos muitas mais noites como as de sábado :D

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Como vai o país?



Ontem, dia 2 de Julho de 2008, o nosso actual primeiro-ministro, José Sócrates, expressou-se nos estúdios da RTP relativamente à actual situação económica do país.
Este afirma que, neste momento, a dedução fiscal do crédito à habitação processa-se de forma igual para o conjunto dos contribuintes portugueses. Relativamente ao Imposto Municipal Imobiliário (IMI), Sócrates mostrou o seu desagrado no que diz respeito à recente subida dos valores máximos em 15 por cento e exprimiu a sua "crença" de que o poder local irá compreender a implementação da proposta de suster a subida do IMI. O Governo vai propor um aumento das deduções fiscais no IRS, nomeadamente nos créditos à habitação relativos às famílias mais carenciadas para, deste modo, as auxiliar. Pretende-se, seguidamente, que o Governo torne a dedução fiscal "progressiva" com vista a beneficiar as famílias com rendimentos menores e, por fim, José Sócrates retirou como possibilidade a redução da carga fiscal no ano de 2009, pois segundo este reduzir o IRS seria "uma aventura", um "tiro no escuro".
Esta foi uma pequena e sucinta explicação da actual situação da economia portuguesa. Uma das medidas que veio causar "murmuração" ao longo de todo o pais foi a dedução fiscal em 1 por cento. A maior parte da população pensa ser muito pouco o valor deduzido mas se forem racionais irão perceber que este 1 por cento FAZ a diferença. Um bom exemplo desta redução a nível fiscal é a gasolina, pois os portugueses podem poupar cerca de 60 cêntimos o que num conjunto já ajuda bastante à bolsa destes.
Agora relativamente ao primeiro-ministro, José Sócrates, os portugueses não podem afirmar que tudo o que este faz está errado, pois as melhorias a certos níveis são visíveis. Não se pode esperar é que a situação económica mude de um dia para o outro.
Para se fazer uma mudança sustentável é necessário ter em conta todos os aspectos que esta acarreta e estas mudanças devem ser a longo prazo para, assim, se atingir os objectivos pretendidos sem pôr em causa a estabilidade económica. Não podemos pensar que se estivesse outro partido na governação do país a situação seria diferente. As mudanças não estão na mão de pessoas individuais. Tudo passa por uma decisão colectiva e por isso mesmo um deputado, um ministro, o próprio presidente da república, o primeiro-ministro nada podem fazer individualmente, pois não têm poder para isso, ou seja, não podem muitas vezes tomar decisões importantes e que sabem que iria mudar a situação pois não lhes cabe essa deliberação.

terça-feira, 24 de junho de 2008

Mais um jantar ;)

Os jantares à segunda-feira começam a tornar-se habituais.
Ontem, dia 23 de Junho de 2008 houve mais um jantarzinho, mas desta vez só com as meninas. Arroz de marisco, vinho para acompanhar, gelado para sobremesa e muito boa disposição! Eu, Magda, Mónica, Carlinha e Teresa, as mulheres da noite. Contudo, os rapazes como não vivem sem nós vieram ter cá a casa. Mais uma dose de animação e maluqueira! Entretanto lá consegui convencer o pessoal e fomos para o Pioledo. Caipirinha, amendoins, shots, safari, provou-se um pouco de tudo. Ao mesmo tempo que me divertia com os nossos amigos pensava em ti e no porquê de não teres aparecido nem dito nada. Não consegui chegar a nenhuma conclusão, mas não faz mal. Somos amigos e é o que mais interessa.
Seguimos para o Kopos. Música boa, bom ambiente, bons amigos e amigos traiçoeiros! Vejam lá que um dos meus amigos falou com o Dj e pediu-lhe para ele dizer parabéns Márcia! E convém dizer que eu nem tão pouco fazia anos! Mas foi muito engraçado, todos a cantarem-me os parabéns, foi muito giro,obrigada pessoal!
A noite ainda durou... Muita dança e muita alegria!
Voltámos para casa e como sempre dormimos até não poder mais! :)

Vou ter saudades destas noites com vocês todos...

terça-feira, 17 de junho de 2008


Dou-vos a conhecer e peço a vossa atenção para este caso do qual me puseram a par hoje.
Em 2007, Guillermo Vargas Habacuc, um suposto "artista", colheu um cão abandonado da rua, atou-o a uma corda curtissima na parede de uma galeria de arte e deixou-o ali, a morrer lentamente à fome e sede.

Durante varios dias, tanto o autor desta crueldade imaginável, como os visitantes da galería de arte presenciaram impassiveis à agonia do pobre animal, até que finalmente morreu de inanação, seguramente depois de ter passado por um doloroso, absurdo e incompreensivel calvário.
Mas isto nao é tudo: a prestigiosa Bienal Centroamericana de Arte decidiu, incompreensivelmente, que a selvageria que acabava de ser cometida por tal sujeito era arte, e deste modo tão incompreensivel, Guillermo Vargas Habacuc foi convidado a repetir a sua cruel acção na dita Bienal en 2008.

Por esta razão peço-vos por favor que assinem a petição que se encontra no seguinte endereço para impedir tal crueldade:

http://www.petitiononline.com/13031953/petition.html


Por favor, não deixem passar esta situação em branco!

O maravilhoso jantar :D

A noite tinha chegado. Eu e a Té fomos às compras para o nosso jantarzinho. Comprámos tudo o que era preciso e fomos para casa. Cozinhámos e esperámos que os meninos chegassem. Primeiro o Helder, depois o Valter e por fim o Rui. Ah, ainda me vou vingar do Valter pela mentira!
Tivemos alguns contratempos, pois eu não me podia aproximar do fogão senão o azeite saltava, por isso o Valter decidiu-se e acabou ele o jantarzinho. (Homem prendado ehehe). A massa da Té ficou muito muito boa!
Foi um grande jantar sem dúvida, regado com um bom vinho (5 garrafas para 5 pessoas), boa comida, bons amigos, boas conversas mas também não podiam faltar as conversas parvas!
Enfim, o que uma pessoa tem que aturar... Muitas gargalhadas, muitas fotografias, muita animação, muitas figurinhas! Mas foi muito bom! Quando já estavamos um pouco melhores decidimos ir até ao Xots (não podia faltar claro). Muita animação, boa música, bons shots, barman simpático. Mas também perguntas parvas não é Teresa Maria?! Olha que acho que a resposta devia ser sim (ou não) e ainda faltou mais uma garrafinha de Favaios eheheh
Pelo menos desta vez consegui chegar direitinha a casa! E ainda tive tempo para arrecadar o cartaz da OLÁ :p Por isso já sabem, quando vierem cá a casa é só pedir o gelado lool
A vocês tenho a dizer:
Obrigada por estarem sempre presentes na minha vida, obrigada pelo apoio, obrigada pelas festarolas, obrigada pela amizade e obrigada pelo carinho.
Como é que é possível em poucos meses criarmos laços de amizade tão fortes com tantas pessoas? Não sei como, mas sei que é possível.
Para a semana há mais um jantarzinho sim? A despedida do primeiro de muitos anos juntos!
Vocês são uma das partes da minha vida que me faz muito feliz! Obrigada!

Ps.: Mónica, faltaste tu, mas para a semana pode ser que estejas cá! ;)

segunda-feira, 16 de junho de 2008

:D




ADORO-VOS!

Vocês, nós!


Porque vocês são aqueles amigos
Porque estão sempre lá
Porque me fazem feliz
Porque me animam quando preciso
Porque fazemos quase tudo juntos
Porque somos aquele grupo de sempre
Porque estamos sempre prontos para tudo
Porque somos loucos assumidos (no bom sentido)
Porque não precisamos de muita coisa para ter grandes noites
Porque nos ajudamos mutuamente
Porque não nos cansamos uns dos outros
Porque somos uma "família"
E porque fazemos parte da "janela da alegria"!

Obrigada por tudo!

I just want...

I just want to know
I just want to feel
I just want to have
I just want to have fun
I just want to play
I just want to be happy
I just want to be someone to him
I just want holidays
I just want Summer
I just want river
I just want sea
I just want beach
I just want my friends
I just want him
I just want her
I just want them
I just want
I just want
I just want...

domingo, 15 de junho de 2008


A sexta-feira tinha chegado, eu tinha chegado à minha cidade linda, pronta para as festas como sempre... Chegou a noite e fui. Passeei pelas ruas, corri as barraquinhas todas, percorri aquelas diversões todas, sempre rodeada pelas amigas.
Mas, de repente apareces. Iluminas a minha noite como ninguém, fazes me feliz só por te ver. Parámos, cumprimentamo-nos, falámos e foste embora. Eu fiquei com aquele sorriso parvo de quando te vejo, parece que não há nada melhor no mundo naquele momento. Só tu, esse sorriso lindo que tens, e eu. Continuei com aquele sorriso parvo mais ou menos 10 minutos... Toda a gente a brincar com a situação e eu só conseguia sorrir por ter estado contigo!
Esse teu jeito tímido e engraçado ao mesmo tempo, a tua maneira de ser, o teu sorriso, os teus olhos, a tua boca, tudo, tudo. Só espero um dia conseguir dizer-te tudo cara a cara, ou simplesmente ganhar coragem para te dizer. Não importa como, só te quero dizer. Não imaginas os ciúmes que sinto quanto te vejo com outra pessoa. É horrivel! Sinto-me tão triste... Ainda na semana académica me senti assim quando te vi com uma rapariga. Mas claro, depois apercebi-me que era só uma amiga e ficou tudo bem... Enfim, paranóias!
Tudo passa, as aulas acabaram, as festas acabaram, mas o que sinto por ti não. Nunca pensei que me fizesses desligar de uma pessoa que me "perseguia" há mais de dois anos. Ainda ninguém tinha conseguido, mas tu apareceste e simplesmente conseguiste.
Um dia ainda vou chegar perto de ti e dizer-te: Obrigada por me fazeres feliz e por me mostrares a felicidade. Um dia vou ganhar coragem e dizer-te: Adoro-te. Um dia vou estar contigo e dizer-te: Fica comigo. Um dia vais fazer-me completamente feliz!
Um dia...

sábado, 7 de junho de 2008

Um tempo...


Ontem, dia 6 de Junho, finalmente entreguei o ensaio-teórico de Sociologia, e agora posso dizer: Férias! Aquele tempo de alegria, brincadeira, sol, amigos, praia, rio, tudo! Chegaram e estou pronta! Começei o fim de semana da melhor maneira. Fui com algumas amigas às festas de S. Gonçalo! Que animação, que festa! Meninas, para o ano repetimos ;)
Hoje, para não variar lá vou eu outra vez à festa. O jantar promete, a sobremesa está pronta e animação não falta!
Por isso, logo lá estamos pessoal ;)

segunda-feira, 2 de junho de 2008

Tempo para tudo...


Hoje, dou por mim num dia não...
Esta vai ser, sem dúvida, uma semana para esquecer! Frquências, trabalhos, apresentações... Enfim! Tudo e mais alguma coisa... Ontem, eram 4:30h da manhã e eu sem conseguir adormecer... Tinha que acordar às 7:30h e não havia forma de adormecer. Comecei a pensar na vida. Pensei no que me tem acontecido nos últimos tempos, as pessoas que conheci, os amigos que fiz, os amigos que perdi, o que aprendi, o que ganhei, o que perdi. Gostava que as coisas fossem diferentes, que nada tivesse acabado oomo acabou. Pergunto-me se algum dia vais voltar a falar para mim, se vamos pedir desculpas um ao outro, sim porque sei que também errei...
Será que um dia...? Espero que sim...
Entretanto já é dia, já está feita mais uma frequência. São 13:16h e ando às voltas com os trabalhos... O cansaço é tanto, o trabalho imenso... Respiro fundo e penso: Tens que fazer um esforço! As férias já estiveram mais longe.
Mais uma semana e finalmente acabou!

Férias, sol, passeio, alegria, amigos, noites, dias, novos países... Quero tudo tudo tudo! Tudo e mais alguma coisa! Mereço, sei que sim! :D

domingo, 25 de maio de 2008


"Brighter Than Sunshine"

I never understood before
I never knew what love was for
My heart was broke, my head was sore
What a feeling

Tied up in ancient history
I didnt believe in destiny
I look up you're standing next to me
What a feeling

What a feeling in my soul
Love burns brighter than sunshine
Brighter than sunshine
Let the rain fall, i don't care
I'm yours and suddenly you're mine
Suddenly you're mine
And it's brighter than sunshine

I never saw it happening
I'd given up and given in
I just couldn't take the hurt again
What a feeling

I didn't have the strength to fight
Suddenly you seemed so right
Me and you
What a feeling

What a feeling in my soul
Love burns brighter than sunshine
It's brighter than sunshine
Let the rain fall, I don't care
I'm yours and suddenly you're mine
Suddenly you're mine

It's brighter than the sun
It's brighter than the sun
It's brighter than the sun, sun, shine.

Love will remain a mystery
But give me your hand and you will see
Your heart is keeping time with me

What a feeling in my soul
Love burns brighter than sunshine
It's brighter than sunshine
Let the rain fall, I don't care
I'm yours and suddenly you're mine
Suddenly you're mine

I got a feeling in my soul ... [repeat chorus to end]



Esta música foi descoberta pela Mónica e eu resolvi publicá-la, pois é linda!


Conhecemo-nos há 5 anos e parece que te conheço desde que nasci... Tornaste-te uma das pessoas mais importantes na minha vida e tu sabe-lo.
Passámos por tantas coisas, "obrigaste-me" a fazer tantas loucuras, aconselhaste-me sempre da melhor forma, riste comigo, eu ri contigo, choraste comigo e eu chorei contigo.
Divertimo-nos acima de tudo! Sim, porque a nossa vida sem animação não era nada, e eu já não sabia viver a vida "daquela" maneira se não te tivesse.
As nossas férias, os nossos passeios, as nossas aventuras, as nossas noites, os nossos dias, tudo e mais alguma coisa... Obrigada Inês!
Isto pode parecer um texto um tanto lamechas mas é o que sinto e sei que vou tentar preservar a nossa amizade até morrer, pois amigas como tu existem poucas.
Quantas vezes as pessoas não se desiludem com os amigos? Quantas vezes se estragam amizades de anos devido a alguém que veio interferir na sua relação ou quantas vezes as pessoas não se afastam devido à distância?

Nós somos a prova viva que a distância não muda nada. Continuamos as mesmas de sempre! Sempre as mesmas malucas!

A ti, um muito obrigada! Obrigada por seres quem és!

Nós :)


Foi há sensivelmente 6 meses que nos conhecemos...

Desde então aconteceram tantas coisas, passámos por tanto, fizemos tantas tolices, brincámos, rimos, saímos, apoiámo-nos mutuamente, desabafámos os nossos problemas, fizemos tudo e mais alguma coisa.

Pode parecer pouco tempo para muitas pessoas, mas conviver praticamente 24 horas com as mesmas pessoas todos os dias faz com que exista uma relação de amizade, e sei que agora não arranjava melhor pessoas com quem viver :)

Agradeço-vos por me aturarem todos os dias e por serem as pessoas espectaculares que são!

Obrigada minhas loucas :P


(Meninas, desculpem mas não tinha nenhuma foto das 4 para pôr e por isso só pus a minha com a magda lol)





P.S: Magda, adoro-te! És a minha louca preferida lá de casa ehehe

sábado, 24 de maio de 2008

A ti....



É noite, são 3 horas da manhã e não consigo adormecer...

Percorro a casa de uma ponta à outra, penso em tudo e em mais alguma coisa, penso em tudo e em nada. Penso em ti, penso em nós, penso nos nossos amigos, penso em tudo o que aconteceu e penso, ainda, onde errámos, o que fizemos de mal, o que correu mal.
No entanto, já passaram meses a fio e eu continuo a pensar em ti da mesma forma. Porque razão não te consigo esquecer? Porque razão já mal nos falamos?
Talvez porque a vida é assim, as pessoas afastam-se, seguem a sua vida e temos que nos adaptar às mudanças... Mas porquê? Porque é que tem que ser assim? Porque é que as pessoas se afastam das pessoas que mais amaram na vida?
Aprende-se com as experiências, e acredita que aprendi muito contigo!
Fizeste-me sentir única, fizeste-me sentir amada, fizeste-me feliz acima de tudo :)

Hoje, somos grandes amigos e não podia ser de outra maneira. Adoro-te como sempre te adorei, pois acima de tudo somos amigos!

Obrigada por tudo, obrigada por seres quem és na minha vida e obrigada por fazeres parte dela!

O que um dia alguém me disse...


Procura no teu coração a resposta que mostras no teu olhar...
Não tenhas medo de tomar decisões, porque já olhei bem de perto e por trás de ti encontra-se um anjo... Esse anjo sopra sempre que a infelicidade se aproxima...
Acredita em ti, porque quando desejamos aos outros o bem, ele retoma a dobrar...

Sê feliz!!!

A esta pessoa só posso agradecer e dizer-lhe o quão maravilhosa é e o quanto merece um lugarzinho ao "sol" :)