terça-feira, 12 de agosto de 2008

Colónia de Férias 08
















Foram algumas semanas inesquecíveis, cheias de aventuras, animação, brincadeiras, muita responsabilidades e sobretudo aprendizagem.
Estes são alguns dos "meus" meninos. Meninos de famílias desfavorecidas que também merecem umas férias maravilhosas e que eu, juntamente com algumas monitoras, tentamos proporcionar. Fizemos um pouco de tudo. Fomos visitar quintas, vimos e ficámos a conhecer muitos animais novos, fizemos muitas actividades. Pintámos, desenhamos, fizemos jogos tradicionais, fomos para a praia, para a piscina, fomos a museus e muitas outras coisas. É muito gratificante quando fazemos algo pelas pessoas e elas nos retribuem. Às vezes com uma prendinha ou outras vezes somente com um sorriso ou um beijinho ou até mesmo um "gosto muito de ti", o que me faz muito mais feliz!
Tinhamos meninos totalmente diferentes uns dos outros mas como qualquer criança que gosta de brincar e que gosta de sentir que gostam dela. Tinhamos em especial um menino com Síndrome de Dawn e uma menina com Autismo. Meninos que, claro necessitavam de mais atenção e cuidado mas que são crianças extraordinárias, felizes, que muitas vezes só necessitam de um pouco de atenção e compreensão. É extraordinário apercebermo-nos que todas as outras crianças aceitam meninos com este tipo de doenças, como meninos negros, igualmente, que os tratam da mesma forma, que demonstram preocupação pelo bem-estar destes e que brincam e são amigos deles como crianças que são. É muito bonito ver que nenhum daqueles meninos eram racistas ou preconceitosos em relação àqueles meninos, e que aceitam a diferença, o que os irá tornar, com certeza, adultos respeitáveis.
A todos estes meninos só posso agradecer, pois proporcionaram-me dias fabulosos e fizeram-me aprender muito com eles.

Adorei conhecer-vos e ajudar-vos a terem umas férias divertidas que certamente, como eu, nunca esquecerão!

1 comentário:

Mónica** disse...

adorei :)

as crianças sao as criaturas mais puras e sinceras e merecem crescer felizes e em harmonia para depois se tornarem PESSOAS...

é pena que muitas mesmo que ñ mereçam sofram, ainda bem que existem essas actividades para as compensar :)

beijo*