segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Tu

Perdi-me na imensidão do teu olhar.
Observavas-me como só tu observas
Conseguias ver lá bem fundo
Podias conhecer-me assim.
O teu olhar penetrou o meu
E não me consegui desviar.
Fazes-me sentir tão segura
Tão feliz
Tão bem
Tão maravilhosa
Tão especial...
Só tu sabes!
Podia perder mil e uma horas a olhar para ti.
Podia falar contigo até sempre
Podia ficar abraçada a ti horas a fio
Podia olhar para ti eternamente
Podia
Podia...
E posso!

Não podia deixar nada disto escapar por nada no mundo!
Completas o meu ser
Completas-me
Nunca desapareças porque és importante! :D

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Profiteroles, vodka e muita animação!

Depois dos profiteroles e da vodka, lá fomos em direcão ao pio como sempre. Muitos shots, batidas, vodkas e a festa de SS no BA. Foi a noite da loucura. Lens, Mónica e Márcia ao rubro no BA. Até o meu padrinho ficou estupefacto a olhar para nós. Caso para dizer: o que o alcool faz! :D
Noite de revelações, de animação e de nostalgia. Não sei bem porquê mas as nossas noites acabam sempre um pouco nostalgicas...
Enfim, é a vida! Mas que venham mais festinhas destas porque animam bastante as nossas noites e têm resultados positivos!

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Diárias


Hoje acordei com a campainha a tocar. Quando fui à porta já lá não estava ninguém, mas não faz mal porque se fosse importante voltavam. Entretanto tomei o pequeno-almoço e vim para o computador. Não sei bem porquê mas apeteceu-me logo ouvir Iris dos Goo goo Dolls (é linda, diga-se de passagem). O sol entra pela janela do quarto e está um dia tão lindo que só dá vontade de ir passear! Acordei um pouco cansada mas com um sorriso, claro. A aula de MQACS deve estar a decorrer e eu estou aqui na cama quentinha, mas a fazer o trabalho para Antropologia Sociocultural... Não me apetece nada mas tem que ser! Bem, espero que tenham um bom dia e que o aproveitem bem porque hoje não se pode desperdiçar o sol maravilhoso que está!

O marido exemplar!

Querida:

Muito obrigado pela tua linda e carinhosa carta.
Podes ter a certeza de que eu sei tratar de mim, por isso, não te preocupes comigo.
Durante a tua ausência, não se tem passado nada de especial cá em casa.
Enquanto estás fora, tenho preparado o meu próprio almoço, e todos os dias me espanto de como tudo tem saído bem!...
Já que estou sempre com pressa, ontem decidi fazer batatas fritas
Já agora, diz-me uma coisa: era preciso descascar as batatas?
Enquanto estavam a fritar, aproveitei para ir buscar uns brioches à padaria.
Quando voltei, o esmalte da frigideira tinha derretido.
Nunca pensei que o estupor da frigideira aguentasse tão pouco.
E tu que me dizias que o Teflon aguentava tudo e mais alguma coisa!
Já consegui tirar toda a fuligem da cozinha, mas o nosso gato Fred, é que ficou preto que nem um tição, e agora tosse o dia inteiro Desde esse dia
entra em pânico e foge quando mexo nas panelas ou abro o bico do fogão.
Já que pelo menos uma vez por dia preciso de uma refeição mais elaborada, quando estou a fazê-la, o Fred dá 'às de Vila Diogo' e só aparece passadas umas horas ...
Diz-me outra coisa: quanto tempo é que é preciso para cozer os ovos?
Eu já os pus a ferver há duas horas, mas mesmo assim, continuam duros que nem uma pedra!
Também queria que me dissesses se se pode aproveitar leite queimado.
Queres que o guarde na despensa até tu voltares?
Na semana passada tive um pequeno contratempo ao cozinhar umas ervilhas.
Vou-te contar: agarrei numa lata e decidi aquecê-la.
Mas, infelizmente, explodiu dentro do microondas.
A porta do microondas foi projectada para fora da cozinha e foi dar contra a nossa pequena estufa de inverno, que claro, ficou partida, assim como a
janela.
Como a janela estava fechada (preciso de a fechar antes de começar a cozinhar, senão os bombeiros aparecem outra vez), a porta do microondas
arrancou-a também, tal foi a força.
Por sua vez, a lata de ervilhas, parecia um foguete a levantar voo!..
Atravessou o tecto e foi embater na filha do Freitas, o nosso vizinho de cima.
Parece-me que ela ficou bem
Outra coisa: já te aconteceu a louça suja ficar com mofo?
Como é que isto se pode dar em tão pouco tempo?
Afinal, tu foste de férias no mês passado, mas parece que foi ontem!
Aliás, atrás do lava-louças há montes de bichos; daqui a pouco até vai dar para fazer um documentário e vendê-lo ao 'National Geographic'
De onde é que saíram tantos bichos cheios de pernas?
Puseste alguma coisa que não devias lá atrás?
Bom, isto acabou por fazer com que eu tomasse uma atitude e lavasse a louça.
Por favor não me insultes, meu amor, mas aquele lindo serviço de jantar de porcelana da tua avó, já era!
Eu realmente não contava com isso, afinal de contas parecia tão robusto e sólido!
Bom, talvez eu tenha exagerado um bocadinho ao pôr o lava-louças no 'programa completo com centrifugação'
Aliás, a máquina de lavar roupa também se escangalhou.
A faca de aço temperado que eu pus lá dentro, sem querer, estragou o cilindro durante a centrifugação, porque ficou presa na parede interna.
Quanto ao cilindro, atravessou a parede de tijolos, fazendo um pequeno buraco, e foi aterrar no jardim.
Durante um dos almoços, sujei a carpete persa com molho de tomate.
Sempre me disseste que as manchas do molho de tomate são impossíveis de tirar.
Ficas a saber, meu amor, que com um bocadinho de aguarrás, sai tudo, mas mesmo tudo, inclusivamente, a lã e a seda da carpete.
O frigorífico estava a fazer muito gelo, por isso, tive que o descongelar.
Tenho que te ensinar uma coisa: o gelo sai facilmente se o raspares com uma espátula de pedreiro!
Só não sei é porque é que agora passou a aquecer...
O iogurte, a água com gás e o champanhe, explodiram.
Sabes, querida, na passada quinta-feira, esqueci-me de, ao sair, fechar à chave a porta de casa.
Alguém deve ter entrado, porque faltam algumas coisas de valor, entre elas, aquele colar de marfim que o teu bisavô trouxe da expedição a África, no
século XIX.
Mas, como tu costumas dizer, o dinheiro não dá felicidade, e tudo o que é material, é efémero.
O teu guarda-vestidos também está vazio, mas penso que não devem ter levado muita coisa, já que, sempre que saímos, tu dizes que não tens nada que
vestir
Bom, vou ficar por aqui, mas amanhã conto-te mais coisas!
Espero que te descontraias bastante no SPA e que gozes muito o teu descanso.


Beijos mil, com muito amor, do teu Afonso que muito te ama!!!

P.S.: A tua mãe veio cá ver como estavam as coisas, e teve um enfarte.

O velório foi ontem à tarde, mas eu preferi não te contar nada para não te estragar as férias e aborrecer-te desnecessariamente

Afinal de contas, tens que aproveitar as tuas férias e voltares muito descontraída do teu SPA.

Beijos, do teu dedicado marido



*** Enfim! Só tenho a dizer que ainda bem que não sou casada e ainda bem que não conheço ninguém assim.
O exagero levado aos extremos mas que funciona como crítica e como uma boa forma de alguém que esteja triste dar umas boas gargalhadas! Espero que se tenham rido tanto como eu!

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Caçador de Sóis



Pelo céu as cavalitas,
escondi nos teus caracois,
a estrela mais bonita, que eu ja vi

eu cresci com um encanto,
de ser caçador de sois,
eu ja corri tanto, tanto para ti

fui um principe encantado
montado nos teus joelhos,
um eterno enamorado, a valer

lancelot de algibeira,
mas segui os teus conselhos
para voltar a tua beira
e ser o que eu quiser

Refrão (x3)
os teus olhos foram esperança
os meus olhos girassois
fomos onde a vista alcança da nossa janela

ja deixei de ser criança e tu dormes á lareira
ainda sinto a minha estrela nos teus caracóis...

Ponto da situação


São 2:14h da manhã e andava às voltas na cama. Não conseguia adormecer quando, movida de uma enorme vontade, me lembrei de vir escrever algo. Cheguei à pouco a casa depois de uma noite bastante agradável e fiquei completamente vidrada não sei bem em quê... Sinto-me bem, feliz e, como já não andava há algum tempo, a dar um sorriso daqueles para a vida e para as pessoas. Aquele sorriso que até eu adoro (ou não fosse meu claro!) e que me transmite harmonia, paz, serenidade e muita felicidade acima de tudo!
Agora pus-me a pensar nas pessoas que se cruzam connosco ao longo da nossa vida e chego à conclusão de que todas as pessoas têm um significado... Umas simplesmente nos fazem aprender com os erros que cometemos, outras ajudam-nos a ser pessoas melhores, ou pelo menos a tentar ser, outras modificam-nos completamente, dão-nos alegria de viver, dão-nos razões para acordarmos todos os dias com um sorriso nos lábios, mesmo àquelas pessoas que acordam sempre mal humoradas, toda a gente num certo momento da sua vida se cruza com uma pessoa assim. E porquê? Ou melhor, o que nos faz mudar assim? Talvez o amor! Um sentimento que é capaz de nos transformar, de nos modificar radicalmente, de nos fazer ver outro lado da vida, de nos fazer cometer loucuras, ser diferentes, de conseguirmos dizer coisas e assumir sentimentos que até então não tinhamos sido capazes de assumir.
No meio de isto tudo só chego a uma conclusão. Vamos parar de pensar tanto nas consequências, vamos lutar pelo que acreditamos, vamos gritar, chorar, rir, abraçar, beijar, mimar. Vamos ser felizes hoje sem pensar no amanhã, porque hoje podemos estar muito bem e amanhã estarmos muito mal. Vamos tentar não desiludir tanto as pessoas que gostam de nós, vamos mostrar mais aos nossos amigos que eles são muito especiais. Enfim! Façam o que o vosso coração vos pede e não o que a cabeça vos ordena. Eu hoje faço o que o meu coração está a mandar e sinto-me muito melhor! Claro que tudo tem o seu peso e medida e não vamos chegar a extremos. Pensem bem na vossa situação, na vossa vida e tentem agir da melhor forma para serem felizes.

Obrigada por lerem os meus desvaneios das 2 e tal da manhâ!

domingo, 9 de novembro de 2008

I miss you love

Maria Mena - Miss you Love - Maria Mena

I've run out of complicated theories
So now I'm taking back my words
And I'm preparing for the breakdown
Your t-shirt's lost its smell of you
And the bathroom's still a mess
Remind me why we decided this was for the best

Because I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you
Love..

I know the distance is a factor
But I stretch as often as I can
And I goes to reach your hands anyday now
Please don't blame me for trying
To fix this one last time
I have a hard time as it is

Because I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you love

Don't act like you dont know me
It's still me I've never changed
I'll be here when you come back

And I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you love
I miss you
Love...

Fiquei apaixonada pela música. Acho que me inspira :D
Quer dizer... Acho que todas as músicas dela me fascinam :P Ai ai!

Anos 30 e 50




Duas épocas simplesmente fantásticas que me fascinam...