quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Medos

Hoje decidi abrir-vos uma porta pequenina para um dos compartimentos do meu coração.
Para os que não sabem, este é o blogue de uma futura técnica de serviço social. Daqui a uns meses começo o meu estágio e sinto-me como um burro a olhar para um palácio! Sei lá como vai correr... Será que vou dar conta do recado? Será que vou conseguir lidar com todas as situações que surgirão? Será que não vou abrir a torneirinha e chorar baba e ranho ao ouvir problemas de vida que nem imaginamos?
Vejo, assiduamente, os telejornais da nossa televisão nacional e, claro, tenho estado muito atenta à situação que se vive no Haiti. Uma catástrofe natural, sem culpados (aparentes), sem aviso prévio, que dizimou casas, hóteis, escolas, lares, instituições de abrigo, tribunais, hospitais, comércios e, o mais importante, fez muitas pessoas perderem a vida, desde crianças, adultos a idosos.
Quando começo a ver qualquer uma das reportagens, quando mostram aquelas vítimas todas desta tragédia, quando as pessoas relatam o que estão a viver, e o que têm de fazer para sobreviver, fico logo com as lágrimas nos olhos, não consigo conter-me. Às vezes chego mesmo a ter vontade de meter-me num avião e voar até ao Haiti para ajudar todas aquelas pessoas... Ao mesmo tempo não sei se teria coragem para tal. Existem muitas coisas que me prendem cá.
Por enquanto vou concentrar-me nos meus doentinhos do hospital que bem precisam, e no futuro o que tiver de ser será!

Sem comentários: